terça-feira, 9 de dezembro de 2014

A felicidade está nas pequenas coisas!

"Que a felicidade não dependa do tempo, nem da paisagem, nem da sorte,, nem do dinheiro. Que ela possa vir com toda simplicidade, de dentro para fora, de cada um para todos".  - Carlos Drummond de Andrade



Estava ouvindo uma pessoa falando no rádio esses dias, que a felicidade,a verdadeira felicidade está nas pequenas coisas, ela ia mais longe, ela nos desafiava a fazer uma lista das  coisas que nos faziam mais felizes, e no final nós íamos nos surpreender como nossa felicidade não dependia de carro novo, dinheiro, nada disso, mas estava num "eu te amo" de um filho, em assistir a novela preferida, ou ao jogo de futebol, ler aquele livro que você não consegue parar de ler, em coisas muito simples da vida.
Eu não fiz a lista, mas numa vida tão corrida como a minha, tendo que cuidar da casa, marido, dois filhos, trabalhar fora, e cuidar da mãe, que ficou internada a semana toda, eu refleti nisso que eu ouvi, eu sou uma pessoa muito reflexiva e em dois momentos eu fico mais ainda, que são: meu aniversário e final de ano.
Percebi o que todos já sabemos, mas não damos valor, a felicidade realmente está nas pequenas coisas! Que ótimo! Dar risadas no grupo de whatsapp das amigas que postam coisas muito "toscas"; caminhar a beira mar, sentir o carinho das pessoas quando você precisa; sentir o amor de Deus e de seu filho Jesus em seu coração; ver seu filho se formando e saber que uma etapa foi vencida; chegar em casa e saber que tem uma família, uma família que você constituiu mesmo com um transtorno, você tem uma família que tem ama, isso não tem preço!
Me senti muito feliz, tenho certeza que meu cérebro produziu altas doses de serotonina quando cheguei cansada, após ter passado o dia inteiro com minha mãe no hospital,e ter dirigido uma hora e meia, o meu filho caçula Fernando me disse: Mamãe eu te amo tanto que  o tamanho do meu amor é daqui até a lua vezes o infinito, isso é só 5% do quanto eu te amo.
O mestre Pixinguinha já falava na música Carinhoso algo lindo: "Meu coração não sei porque, bate feliz quando te vê......"
É claro que o amor não é uma pequena coisa, mas considerando o mundo capitalista e imediatista em que vivendo, pode se dizer que sim, ele é uma coisa pequena.Como somos felizes quando amamos!
Beijos a todos. Fiquem com Deus.
Meu filho Daniel tocando Carinhoso.